Translate

sábado, 16 de janeiro de 2016

Dama do mar


Lá vem ela com seus cabelos pretos saltitantes,
 Seu sorriso elevante, no seu vestido azul, mantendo seu mistério e leveza...
 Seu toque com sutileza, num sentimento de amor sublime.
 Permanece assim, fulgurante, na sua glória e sutil em seu movimento,
 Das águas do mar, tu abres meus caminhos, abençoa meu destino;
 Tu és a mãe, a esposa, amante, a musa, numa inspiração sem fim;
 E no final, estarei lá, de pé, correndo pro seu abraço, andando sem deixar traço, na imensidão feliz.
 Jamais estarei sozinho, pois seus olhos me olham no silêncio, na cumplicidade do olhar e na certeza do sentimento, no contraste do pensamento;
 Braços abertos pro destino, na certeza do amor que transforma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.