Translate

domingo, 20 de setembro de 2015

Arcano da semana: A Roda da Fortuna

 A Roda da Fortuna, ou Fortuna, significa a oportunidade que acontece, o ciclo da vida, que pode ser bom ou ruim de acordo com suas atitudes.
 Tirar a Fortuna, indica oportunidade a vista, situação benéfica em função de atitudes ou ciclo de evolução da realidade ou pessoa.
 A Fortuna representa a sorte, boa ou má numa situação e a mudança dessa sorte, de forma que isso força a pessoa a buscar um centro, representado pelo eixo da roda, ou a superação mostrada pela Esfinge que é impávida a tudo... Mais do que isso, ela é o iniciado que supera o carma e entende que tudo é um ciclo e que ele sempre tem um começo, meio e fim. Todo ciclo pode ser superado e sublimado. Na Bíblia, pela interpretação do nosso querido frater Goya é citado em Ez 1, 13-28:
13 No meio dos animais havia algo como brasas ardentes, com a aparência de tochas, que se movia por
entre os animais. O fogo era brilhante e do fogo saíam relâmpagos.
14 Os animais iam e vinham à semelhança de um relâmpago.
15 Olhei para os animais e eis que junto aos animais de quatro faces havia, no chão, uma roda.
16 O aspecto das rodas e a sua estrutura tinham o brilho do crisólito. Todas as quatro eram semelhantes entre si.
Quanto ao seu aspecto e à sua estrutura, davam a impressão de que uma roda estava no meio da outra.
17 Moviam-se nas quatro direções e ao se moverem, nunca se voltavam para os lados.
18 A sua circunferência era alta e formidável, e sua circunferência estava cheia de reflexos em torno, isso em todas as quatro rodas.
19 Quando os animais se levantavam do chão, as rodas se levantavam com eles.
20 As rodas se moviam na direção em que o espírito as conduzia e se levantavam com ele, porque o espírito do animal estava nas rodas.
21 Ao se moverem eles, elas se moviam; ao pararem, elas paravam; ao se levantarem do chão, também as rodas se levantavam com eles, pois o espírito do animal estava nas rodas.
22  Sobre as cabeças do animal havia algo que parecia uma abóboda, brilhante como o cristal, estendido sobre as suas cabeças, por cima delas.
23 Sob a abóboda, as suas asas ficavam voltadas uma em direção à outra e cada um tinha duas que lhe cobriam o corpo.
 24 Eu ouvia o ruído de suas asas, semelhante ao ruído de grandes águas, semelhante à voz de Shaddai; quando se moviam, havia um ruído como de uma tempestade, como de um acampamento; quando paravam, abaixavam as asas.
25 Houve um ruído.
26 Por cima da abóboda que ficava sobre suas cabeças havia algo que tinha aparência
de uma pedra de safira em forma de trono, e sobre esta forma de trono, bem no alto, havia um ser com aparência humana.
27 Vi um brilho como de electro, uma aparência como de fogo junto dele, a partir do que pareciam ser os
quadris e daí para cima; a partir do que pareciam ser os quadris e daí para baixo, vi algo que tinha a aparência de fogo e um brilho em torno dele;
28 a aparência desse brilho, ao redor, era como a aparência do arco que, em dia
de chuva, se vê nas nuvens. Era algo semelhante à Glória de Iahweh. Ao vê-la, caí com o rosto em terra e ouvi a voz de alguém que falava comigo.
 Experimente meditar na seguinte coisa: a sorte é algo que se acredita como bom e ecológico, imagine a sorte como uma componente do seu sucesso pessoal e permita que ela oscile, fazendo você aprender a colocar sua energia pessoal na mudança e na adaptação da realidade.
 Deixe o sucesso acontecer e faça seus frutos espalharem sementes!
 Boa semana à todos!