Translate

domingo, 27 de dezembro de 2015

Arcano da semana: A Força

 A Força representa a energia interior, vital, kundalini, com o poder mágico de transformação para aquele que a projeta com consciência. Ela é o poder de dominar a fera interior, as tentações ou ser vítima de todas elas...
 Quando a Força sai num jogo, geralmente representa o poder que o consulente tem sobre uma situação e o toque pessoal, que abre caminhos ou favorece uma determinada tendência.
 Ela é o poder da magia, que acontece em todas as circunstâncias, planos, consciências e espaço-tempo, como absoluta presença cósmica e é representada na magia como Babalon, segundo a interpretação dos telemitas.
 Trabalhar com a Força, é necessário primeiramente a escolha pessoal e certeza de conduzir uma situação, tal como o Imperador representa, com todos seus centros de energia.
 Sugestão, faça uma meditação onde você sinta seus centros de energia, que começa pelo chacra raíz e vai até o o alto da cabeça, no chacra coronário.
 Na Bíblia, pelo estudo do nosso querido frater Goya, ela é citada em Jz 16, 4-21:
 4 Depois disso, ele se apaixonou por uma mulher do vale de Sorec, cujo nome era Dalila.
5 Os príncipes dos filisteus foram procurá- la e disseram-lhe: “Seduze -o e descobre de onde vem a sua grande força, e com que meio poderíamos dominá-lo e amarrá- lo para então o prendermos. Cada um de nós te dará mil ciclos de prata.”
6 Dalila disse a Sansão: “Conta-me, eu te rogo, de onde vem a tua grande força e seria como um homem
qualquer. ”
7 Sansão lhe disse: “Se me amarrassem com sete cordas de arco frescas, que ainda não tivessem sido
postas a secar, eu perderia a minha força e seria como um homem qualquer.”
8 Os príncipes dos filisteus trouxeram a Dalila sete cordas de arco frescas, que n ão tinham ainda sido secadas, e ela usou-as para amarrá-lo.
9 Ela havia escondido alguns homens no seu quarto, e então lhe gritou: “Os filisteus vêm sobre ti, Sansão!” Ele arrebentou as cordas de arco como se arrebenta um cordão de estopa mal lhe toca o fogo. Assim, o mistério da sua força permaneceu oculto.
10 Então Dalila disse a Sansão: “Zombaste de mim e me disseste mentiras. Mas agora, eu te rogo, dá -me
a conhecer com que seria preciso amarrar -te.”
11 Ele lhe respondeu: “Se me amarrassem com cordas novas  que não tivessem ainda sido utilizadas, eu perderia a minha força e me tornaria como um homem qualquer.”
12 Então Dalila tomou cordas novas, amarrou - o com elas e gritou: “Os filisteus vêm sobre ti, Sansão!”, e ela havia escondido alguns homens no seu quarto. Mas ele rompeu como se fossem uma linha as cordas que tinha nos braços.
13 Então disse Dalila a Sansão: “Até agora zombaste de mim e me disseste mentiras. Conta -me com que
devo amarrar - te.” Ele lhe respondeu: “Se teceres as sete tranças da minha cabeça com a urdidura de um tecido e as apertares com um pino, perderei a minha força e me tornarei como qualquer homem.”
14 Ela o fez dormir, depois teceu as sete tranças da sua cabeleira com a urdidura, apertou-as com o pino e gritou: “Os filisteus vêm sobre ti,  Sansão!” Ele despertou do sono e arrancou o pino com o tecido.
15 Disse-lhe Dalila: “Como podes me dizer que me amas se o teu coração não está comigo? Três vezes
zombaste de mim e não me fizeste saber onde reside tua grande força.”
16 Como todos os dias ela  o importunasse com as suas palavras e o fatigasse, ele se angustiou até à morte.
17 Então lhe abriu todo o seu coração: “A navalha jamais passou pela minha cabeça,” disse -lhe ele, “porque sou um nazireu de Deus desde o seio da minha mãe. Se me cortarem os c belos, a minha força se retirará de mim, perderei meu vigor e me tornarei um homem como qualquer outro.”
18 Então Dalila sentiu que ele lhe tinha aberto todo o seu coração. Mandou chamar os príncipes dos filisteus e lhes disse: “Vinde agora, porque ele me  abriu todo o seu coração.” E os príncipes dos filisteus vieram, com o dinheiro na mão.
19 Ela adormeceu Sansão nos seus joelhos, chamou um homem e o mandou cortar as sete tranças da sua cabeleira. Assim começou ela a dominá-lo, e a sua força se retirou dele .
20 Ela gritou: “Os filisteus vêm sobre ti, Sansão!” Acordando de seu sono, ele pensou: “Sairei
como das outras vezes e me livrarei.” Mas não sabia que Iahweh tinha se retirado dele.
21 Os filisteus o agarraram, vazaram-lhe os olhos e o levaram a Gaza, onde o encadearam com uma dupla cadeia de bronze, e girava a mó no cárcere.
 Faça da seguinte forma: Pronuncie Ú e mentalize um círculo vermelho girando em sentido horário, na posição do chacra raíz, depois pronuncie Ó e mentalize um círculo laranja, girando igual ao anterior, na posição do chacra esplênicol, avance pronunciando Ã, mentalizando um círculo amarelo, girando no mesmo sentido que os demais no chacra umbilical, em seguida pronuncie Á, mentalizando um círculo verde, girando igual aos outros, no chacra do coração, depois pronuncie Ê, mentalizando um círculo azul, girando igual aos outros no chacra da garganta, pronuncie em seguida, É, mentalizando um círculo azul índigo, girando igual aos outros, no chacra da testa ou frontal, por último mentalize um círculo violeta, pronunciando Í, girando igual aos outros, no alto da cabeça ou chacra coronário, depois de sentir a energia, faça o inverso indo pro chacra raíz.
 Boa semana!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.