Translate

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Tormento de amor

 Vivo nesse caminho que é o desejo;
 Enxergo você, te domino, te seduzo, mas não te amo, vou fazendo isso até esquecer;
 Então, bem depois, percebo que você vai deixando de me amar e eu vou me apaixonando e me desesperando;
 Vou sofrendo e aprendendo que não preciso te controlar, preciso apenas te aceitar;
 E deixar você invadir minha alma e ser eu mesmo, ou eu mesma, podendo ser você ou eu;
 Mas acima de tudo, podendo ser essa chama de conquista, essa certeza de estar perto e longe;
 Ser uma fantasia ou todas elas confinadas num momento, ou explodidas por toda parte;
 Ficar atormentado ou atormentada na alma e ser curado pelo seu toque.
 Aí vou aprender, que não preciso desses truques;
 Não preciso ter medo de me entregar, porque o Universo dentro de mim fala da minha recompensa.
 E minha recompensa estará no seu abraço;
 Minha recompensa estará no seu beijo, que não terá limite de tempo-espaço e será tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.