Translate

terça-feira, 5 de julho de 2016

Os Arcanos do Tarot


Arcano é uma palavra grega que representa mistério e esse mistério está presente no nosso universo em tudo que nos rodeia, seja pela força cósmica das estrelas ou pelo frescor do orvalho da manhã, o que podemos afirmar, é que essa bênção do mistério corresponde à própria grandeza do universo e da hierarquia cósmica.
São 78 cartas que formam o tarot e cada carta é chamada de arcano, sendo 22 arcanos maiores e 56 arcanos menores, onde temos o significado geral e específico de cada situação e a energia mágica que podemos empregar para mudar e acontecer.
Cada carta é uma relação mnemônica com o Universo e a conexão com formas-pensamentos que acionam determinados elétrons que dinamizam a matéria.
 Tudo está associado à escrita e na nossa cultura ocidental, ela se originou dos 22 arcanos maiores do tarot, sendo posteriormente codificada nas 22 letras dos alfabetos hebraico, fenício e latino. Daí surgiu a Cabala, a linguagem de programação cósmica.
 Autores como o caríssimo Anderson Rosa, Frater Goya como é conhecido, comenta a associação do tarot com a cabala e a correta aplicação da cabala com o tarot, utilizando a proposta apresentada por Aleister Crowley com o controverso tarot que o inglês legou pra humanidade, Goya citou isso em Tarot o Templo Vivente.
 Escrevi uma obra chamado A Magia do Tarô, onde apresentei a proposta de mostrar a transformação pessoal, que é trazida pelas cartas do tarot e relacionei-as com a dança do ventre, como elemento fixador, mnemônico de cada carta e pela energia pessoal, retratando diversas situações do cotidiano e todas elas são exercícios de imaginação, criatividade e superação. A dança do ventre incorporou elementos que são representados pelos arcanos. Assim como as artes marciais que nasceram da observação dos movimentos dos animais e da natureza, a dinâmica da arte evoluiu no seu mistério.
Os antigos foram os primeiros a perceber esses mistérios e imortalizaram isso pelas 78 cartas, que segundo a lenda Hermes-Thot, no Egito foi o codificador delas, onde empreenderam busca pelos arcanos, obtendo harmonização e equilíbrio, pela magia antiga das cartas e culturas do Egito e da Arábia, “que se perdem na noite dos tempos, homenageando os antigos e os povos dessas regiões que trouxeram esse prodigioso conhecimento interior”.
Vamos vivenciar esse caminho cósmico do mistério, vivendo 22 arcanos da transformação e 56 arcanos da dinamização, pois os 56 arcanos menores representam isso, os elementos terra(ouros), ar(espadas), paus (fogo) e copas (água), acompanhados das cartas da realeza, que dignificam as personalidades humanas e a intensa transfomação da série de 1 a 10, o ciclo humano do decágono...
Boa viagem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.